Conheça a ACCR

A Associação Catarinense de Conservadores e Restauradores de Bens Culturais – ACCR, fundada em 08 de setembro de 1987, é uma sociedade civil, de direito privado, sem fins lucrativos, de duração indeterminada e de âmbito estadual com sede e foro na cidade de Florianópolis.

Foi criada como órgão de classe, com o compromisso de reunir os profissionais da área da conservação e restauração de bens culturais móveis, imóveis e integrados e da área da ciência da conservação, do Estado de Santa Catarina, interessados em defender e preservar o patrimônio cultural.

Entre seus principais objetivos destaca-se a valorização e aperfeiçoamento do conservador-restaurador; a difusão da profissão e o desenvolvimento das técnicas de conservação e restauração de bens culturais, bem como o incentivo à pesquisa e ao estudo de ciências afins, buscando o aprimoramento técnico dos associados; a colaboração com instituições culturais preocupadas com a preservação do patrimônio cultural; a divulgação de informações relacionadas à preservação, conservação e restauração de bens culturais e ainda a representação dos interesses dos associados, tendo como finalidade o fortalecimento e a expansão da classe.

Os associados desenvolvem serviços especializados e prestam assessoria técnica em conservação e restauração nas seguintes áreas: arqueologia, arquitetura, bens integrados, ciências aplicadas à conservação e restauração, documentos, etnografia, obras de arte e acervos museológicos.

Se você atuar na área da preservação do Patrimônio Cultural junte-se a nós e venha se associar. Unidos como classe, poderemos fazer mais e melhor pela salvaguarda dos bens culturais.

Identidade Organizacional

MISSÃO

A ACCR tem por missão, como entidade de classe, congregar profissionais que atuam na preservação do patrimônio cultural material, proporcionando a reflexão crítica dos assuntos teóricos e práticos que norteiam a conservação e restauração dos bens culturais imóveis, móveis e integrados e da ciência da conservação.

VISÃO

Manter-se e fortalecer-se como entidade de classe agregando profissionais que atuam na conservação-restauração dos bens imóveis, móveis e integrados e da ciência da conservação, tornando-se referência para o exercício de suas atividades técnicas e científicas.

VALORES

Ética profissional: toda ação realizada pela ACCR deve ser pautada no Código de Ética do Conservador-Restaurador de Bens Culturais que norteia a profissão, assim como nos princípios constitucionais da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência, respeitando o ordenamento jurídico vigente.

Respeito ao patrimônio cultural: a preservação do patrimônio cultural material é a finalidade maior daqueles que atuam na área da conservação-restauração e na área da ciência da conservação. Destaca-se o absoluto respeito a todo e qualquer bem cultural, independente de sua natureza, significado estético e histórico, além do respeito a integridade histórica e física do bem cultural.

Transparência: atuar técnica e administrativamente com o máximo de transparência, prestando contas conforme determina seu estatuto social.

Liberdade de pensamento técnico e científico: respeito a todo pensamento técnico-científico e ao amplo debate.

Excelência técnica e científica: a ACCR busca proporcionar aos seus associados uma constante capacitação e orientação tendo como referência as melhores escolas de formação na área da conservação-restauração e ciências afins, buscando a excelência técnica e científica dos profissionais associados.

Histórico

A Associação Catarinense de Conservadores e Restauradores de Bens Culturais – ACCR é a primeira associação estadual do gênero no Brasil.

Seu fundador e primeiro presidente, Aldo João Nunes (1925 – 2004), artista plástico e especialista em conservação-restauração de bens culturais móveis pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG (1981), foi diretor do Museu de Arte de Santa Catarina – MASC e da Unidade de Artes da Fundação Catarinense de Cultura – FCC. Em 1982 implantou o ATECOR – Ateliê de Conservação – Restauração de Bens Culturais Móveis da FCC, e foi o responsável pelo setor, até 1995.

Pioneiro nas ações de conservação-restauração de bens móveis em Santa Catarina semeou a consciência sobre a importância da preservação dos bens culturais, constituindo-se num defensor ativo do patrimônio cultural do Estado e particularmente da Ilha de Santa Catarina.

Desde a sua criação em 1987, a ACCR organizou-se para cumprir com seus objetivos. Uma das primeiras ações realizadas foi a criação de uma biblioteca, com livros e documentos doados por seus associados. Na sequencia, a criação do Boletim Informativo da ACCR e a promoção da capacitação e atualização contínua dos seus associados, através de palestras, cursos e oficinas, além do financiamento parcial da participação destes em eventos organizados por outras instituições. Outra ação fundamental foi o estabelecimento de cooperação com instituições públicas em favor da preservação dos bens culturais, que perdura até os dias atuais.

Na defesa dos interesses dos profissionais da conservação-restauração, a ACCR vem atuando desde 1997, quando participou do “I Fórum para o Reconhecimento Profissional” do conservador-restaurador de bens culturais móveis e integrados, juntamente com outras instituições, lideradas pela Associação Brasileira de Conservadores e Restauradores de Bens Culturais – ABRACOR. Nesse sentido, em 2005 constituiu grupo de estudo e contribuiu com a elaboração do Código de Ética do Conservador-Restaurador, participando das discussões promovidas pela ABRACOR. Em 2006 participou com sugestões, da elaboração do projeto de lei referente à regulamentação da profissão. Em 2017, promoveu o I Encontro dos Conservadores e Restauradores da Região Sul, quando se reuniram com a ACCR, as associações do Rio Grande do Sul – ACOR e do Paraná – ARCO IT.

A ACCR conquistou em 2007 uma importante representação no Conselho Estadual de Cultura – CEC, defendendo os interesses dos profissionais da área de conservação-restauração e a preservação do patrimônio cultural. Sempre atuante, tem contribuído profundamente com a preservação do patrimônio cultural catarinense.

Em 2016, a Associação passou a integrar o Grupo Especial em Defesa do Patrimônio Histórico e Cultural Catarinense – GPHC do Ministério Público de Santa Catarina – MPSC.

A ACCR participou ainda da Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Alesc, para discutir sobre as demandas e as reivindicações da área da cultura. O desdobramento desta reunião, realizada em 2017, culminou com a elaboração do documento “Patrimônio Cultural de Natureza Material de Santa Catarina”, que objetivou encaminhar sugestões e recomendações para o aprimoramento da gestão e do fomento do Patrimônio Cultural Material de SC.

Em diversas ocasiões a ACCR atuou em colaboração com instituições religiosas, culturais, educacionais, prefeituras municipais, associações e outras instituições, para alcançar os objetivos recomendados em seu Estatuto Social, a exemplo da ocasião em que colaborou com a recuperação de imagens sacras roubadas em 1997, de igrejas catarinenses. A Associação reuniu em um dossiê, a documentação necessária para uma ampla divulgação e posteriormente para a comprovação da origem de algumas das obras, que foram apreendidas pela Polícia Federal e devolvidas à Igreja de Nossa Senhora da Lapa, em Florianópolis.

A ACCR tem se manifestado quando necessário e em situações específicas, na defesa do patrimônio cultural do Estado, através de moções, ofícios, etc., como por exemplo, em relação ao cancelamento de um edital, na extinção de um órgão municipal, ou em outras questões vitais para a preservação do patrimônio cultural.

Procurando promover a valorização, o aperfeiçoamento e a difusão do trabalho dos profissionais, a ACCR vem desde seu inicio, realizando palestras, cursos oficina e seminários, com temas relevantes e atuais envolvendo a prática da conservação-restauração e de tecnologias aplicadas à preservação do patrimônio cultural. Estamos em nossa VII edição do Seminário da ACCR.

Se estiver interessado em conhecer o histórico da Associação detalhadamente, clique sobre a Linha do TempoEste é um texto que se encontra em construção, falta uma pequena parte da história que ainda está sendo pesquisada, e deverá sofrer atualizações paulatinamente.

Estatuto Social

A ACCR também disponibiliza o Estatuto Social para download.

Download do Estatuto Social

Diretoria e Conselhos Consultivo e Fiscal Atual

2017 – 2020
Diretoria Executiva:
I – Presidente – Suzane Albers Araújo
II – Vice Presidente – Lílian Fernanda Martins
III – 1º Secretário – Glória Maria Grisard Vilar
IV – 2º Secretário – Cristina Maria de Siqueira
V – 1º Tesoureiro – Sára Beatriz Dutra e Silva Fermiano
VI – 2º Tesoureiro – Thiago Guimarães Costa
VII – Consultor Técnico – Fátima Regina Althoff
Conselho Consultivo:
Betina Adams
Elisiane Dondé Dal Molin
Simone Harger
Conselho Fiscal:
Denise Magda Thomasi
Karen Kremer
Vanilde Rohling Ghizoni

 

Clique aqui para visualizar as Diretorias e Conselhos Consultivos e Fiscais anteriores

Fale conosco

Preencha as informações e entraremos em contato o mais breve possível

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar